ads

Adoção

 


Ontem fiz uma adoção! Sim, ontem, foi tudo ontem, tudo aconteceu ontem... “Haaaaaaaaaaaa”, e agora o que faço? Adotei e não sei como dar o próximo passo, meu deus, o que será que ele come? O que bebe? Como dorme? Que horas dorme? Será que fará muita bagunça? Não pode fazer muita bagunça, tenho uma casa pequena, em casas pequenas a pia suja faz parecer que a casa não é limpa a meses, imagina a bagunça que ele deixará... o que faço?

Porque fiz uma adoção? Me sentia tão só as vezes, e imaginar que teria alguém me esperando em casa enquanto estivesse trabalhando me fazia tão especial, só que agora ter alguém me esperando em casa se tornou desesperador, pois fico me perguntando se está tudo bem, se ele se machucou, o que deve estar fazendo, se dormiu de tarde... tantas coisas...

O nome dele é Arlequim, bom pelo menos era esse o nome que estava na documentação, tinha um monte de papelada com esse nome, e quando eu o busquei, falaram: - Seja feliz Arlequim. – Achei o nome muito bonito aproposito, fiquei tão feliz, mas agora estou apavorado, “haaaaaaaaaaaaaaaaa”, o que faço? Devolvo? Pera, posso devolve-lo? Não, não vou fazer isso, sei que está comigo desde de ontem, e que é pouquíssimo tempo pra se apegar tão rápido, mas me apeguei... não posso estar sem ele...

Arlequim, eu sempre quis companhia, Arlequim é minha companhia agora, meu filho, meu filhote de lontra, já posso dizer que amo Arlequim como jamais amei nada... aproposito li que lontras gostam de água, vi um documentário sobre cuidados com lontras e contratei alguém que me ajudará e ensinara o que fazer... agora, nesse minuto estou calmo, pois Arlequim está em casa me esperando e eu estou esperando que o dia termine pra poder ver Arlequim.


Texto escrito por Dani Whittemore.