ads

Ponto Faces de Cultura atua em série Mato-grossense





O Ponto Faces de Cultura está sendo bem representado por Rafaela Salomão, Darci Junior e Denisvan na produção da série "O Pantanal e os outros bichos", que será gravada em Julho e Agosto no pantanal Mato-grossense.

Rafaela Salomão, da coordenação do Ponto de Cultura, dará vida a Iara, a sereia brasileira, também conhecida como "mãe das águas". De pele morena, cabelos negros e olhos castanhos, Iara, de acordo com a lenda indígena, costuma viver nos rios do norte do país. Passa grande parte do tempo admirando sua beleza no reflexo das águas, brincando com os peixes e penteando seus cabelos com um pente de ouro. 

Denisvan, aluno do projeto Escola de Teatro, terá a oportunidade de interpretar o "Negrinho d'água". Essa é a história bastante comum entre pessoas ribeirinhas, principalmente na Região Centro-Oeste do Brasil. Segundo a lenda do Negro D'Água, ele costuma aparecer para pescadores e outras pessoas que estão em algum rio, seu objetivo seria como amedrontar as pessoas que por ali passam, como partindo anzóis de pesca, furando redes dando sustos em pessoas a barco, etc. Suas características são muito peculiares, ele seria a fusão de homem negro com um anfíbio.

E o presidente do Ponto Faces de Cultura, Darci Junior, será um caçador, já que a série aborda temas socioambientais. 

O PANTANAL E OUTROS BICHOS é uma série desenvolvida através do edital PRODAV 10/2015 -TVS PÚBLICAS. Composta por 26 episódios de 13 minutos cada, e direcionada a um público infanto-juvenil, a série se inspira na tradição oral e nas crendices populares do povo pantaneiro, as lendas, costumes, vivências e experiências desta gente pouco conhecida de outras regiões do Brasil.

Através do olhar de duas crianças (os irmãos Ísis e João, de 12 e 10 anos), que vivem em Cuiabá (MT) e vão passar suas férias com os avós paternos, Ramiro e Izabel, (um carioca e a outra pantaneira que moram em pleno pantanal profundo) propomos um mergulho num universo lúdico, poético e mítico, cheio de mistérios e descobertas, em cenários de raras belezas e de muitos perigos. ​

A produção, composta principalmente por artistas e técnicos mato-grossenses, conta também com participação e experiência do ator Roberto Bonfim já conhecido por atuar em novelas de sucesso como "Cabocla", "Tieta", "Terra Nostra" e o "O clone"; e figurinos e elementos de cena assinados pelo artista plástico Raimundo Rodriguez que possui em seu currículo trabalhos como "Hoje é dia de Maria", "Meu pedacinho de chão" e "Velho Chico".

Essa quarta-feira (05/07) acontece a primeira coletiva de imprensa da produção na cidade de Poconé que será sede das gravações, onde se reunirão em um coquetel todos atores e equipe técnica.