ads

IV Festival de Teatro Velha Joana foi um sucesso



Encerrou na última sexta-feira dia 03/12 o IV Festival de Teatro Velha Joana promovido pela Prefeitura Municipal de Primavera do Leste através da Secretaria Municipal de Educação e Coordenadoria de Cultura. A produção do evento ficou sob a responsabilidade da Cia de Teatro Faces e do Ponto Cenpro Faces de Cultura.

Foram mais de cinco mil pessoas acompanhando o evento, quando não havia agendamento escolar a platéia continuava lotada. O evento também foi marcado por apresentações em espaços alternativos como o espetáculo “CAL” que foi apresentado no pátio do Centro Cultural, “Amalé, o filho da terra” apresentado no meio da mata e “Quando as máquinas param” apresentado numa residência do Primavera III.
Foram 36 apresentações, mais de 200 atores em idade que variou de 04 a 35 anos de idade. “É simplesmente o maior evento que se tem notícia. Quero agradecer a toda a equipe da Cia de Teatro Faces e do Ponto de Cultura que estiveram presentes todos os dias do evento”. Comenta Wanderson Lana. A avaliação do Festival ficou por conta do olhar competente de Silvana Teixeira, Jan Moura e Maira Jeannyse que conduziram as avaliações com destreza e sobriedade, sendo bem avaliados por todos os participantes do evento.

O Resultado Oficial do IV Velha Joana ficou assim:

Categoria Infantil

Melhor Ator Revelação: João Victor (O caso da Galinha Bujica)
Melhor Atriz Revelação: Gabrielly Duarte (O Dragão Verde)
Melhor Maquiagem: Ana Paula Dorst (O Pequeno Príncipe)
Melhor Cenário: Rogério Bauer (Pluft, o fantasminha)
Melhor Figurino: Rafaela Salomão (A Pequena Conselheira do Rei)
Melhor Iluminação: Yuri Lima Cabral (O Rapto das Cebolinhas)
Melhor Sonoplastia: Rafaela Salomão (A Pequena Conselheira do Rei)
Melhor Ator Coadjuvante: Alan Rafael (Pluft, o fantasminha)
Melhor Atriz Coadjuvante: Bruna Pasquete (O Caso da Galinha Bujica)
Melhor Ator: Renato Garcia (Pluft, o fantasminha)
Melhor Atriz: Damaris Gracia (Pluft, o fantasminha)
Melhor Texto Original: Carlos Júnior(Admirável Mundo Novo)
Melhor Direção: Ana Paula Dorst, Kiko Sontak, Victor Martins (O Caso da Galinha
Bujica)
Prêmio Especial do Júri: Rogério Bauer (Pela dedicação, determinação e volume de
produção);
Terceiro Melhor Espetáculo: A Pequena Conselheira do Rei (Grupo Minimus)
Segundo Melhor Espetáculo: O Caso da Galinha Bujica (Grupo Portão – Escola Nossa
Senhora Aparecida)
Primeiro Melhor Espetáculo: Pluft, o fantasminha (Grupo Talentos – Escola Nossa
Senhora Aparecida)

Categoria Juvenil

Melhor Ator Revelação: Murilo Oberdan (Antes de ir ao baile)
Melhor Atriz Revelação: Daniela Peruzzolo (Lampião e Maria Bonita)
Melhor Maquiagem: Yuri Lima Cabral (Terra dos Esquecidos)
Melhor Cenário: Edilene de Jesus (Lampião e Maria Bonita)
Melhor Figurino: Edilene de Jesus (Lampião e Maria Bonita)
Melhor Iluminação: Darci Junior (Lampião e Maria Bonita)
Melhor Sonoplastia: Cássio (Antes de ir ao baile)
Melhor Ator Coadjuvante: Matheus Polinarsk (Lampião e Maria Bonita)
Melhor Atriz Coadjuvante: Ana Paula Custódio(Lampião e Maria Bonita)
Melhor Ator: Renan Augusto (Um tango Argentino)
Melhor Atriz: Thalia Quintana (Antes de ir ao baile)
Melhor Texto original: Edilene de Jesus (Lampião e Maria Bonita)
Melhor Direção: Edilene de Jesus (Lampião e Maria Bonita)
Prêmio Especial do Júri: Professor Carlos Junior(pelo projeto arte educador em utilizar
as Artes Cênicas como ferramenta para ensino).
Terceiro Melhor Espetáculo: Antes de ir ao baile (Grupo Turma IV)
Segundo Melhor Espetáculo: Um Tango Argentino (Grupo Ao Extremo – Escola Alda
G. Scopel)
Primeiro Melhor Espetáculo: Lampião e Maria Bonita (Escola Mauro W. Weis)

Categoria Monólogos e Duetos
Melhor Maquiagem: Amalé, o filho da terra (Elenco)
Melhor Cenário: Yuri Lima Cabral (CAL)
Melhor Figurino: Rafaela Salomão (A Dona da História)
Melhor Iluminação: Amalé, o filho da terra (Elenco)
Melhor Sonoplastia: Amalé, o filho da terra (Elenco)
Melhor Ator: Yuri lima Cabral (CAL)
Melhor Atriz: Edilene de Jesus (A Dona da História)
Melhor Texto Original: Yuri Lima Cabral (CAL)
Melhor Direção: Yuri Lima Cabral (CAL)
Prêmio Especial do Júri: A família que cedeu a casa para o Espetáculo “Quando as
Máquina param” do bairro Primavera III (Pelo carinho em receber os artistas e pelas
palavras após a apresentação)
Terceiro Melhor Espetáculo: A Dona da História (Grupo Donas)
Segundo Melhor Espetáculo: Amalé, o filho da terra (Grupo Chamas)
Primeiro Melhor Espetáculo: CAL (Grupo Celsius)