ads

O Teatro e a Metamorfose no Espaço Cênico


O Teatro e a Metamorfose no Espaço Cênico

 

Em tempos de pandemia o que nos aquece o coração? A Escola Municipal de Teatro – Projeto Teatro Faces se reinventa novamente, afim de levar teatro neste tempo que carece de amor, arte, empatia, conhecimento. O projeto tem levado teatro a periferia e zona rural, além de outros bairros, conseguindo alcançar determinados lugares cuja o acesso é menor. O teatro se tornou uma grande potência e em tempo de pandemia é necessário fomentar e reinventar uma nova estrutura para atender o nosso público, que atualmente não atende apenas os bairros da cidade, mas também outros Estados Brasileiros.

A Escola Municipal de Teatro Faces é um projeto que oferece aulas gratuitas para toda a cidade, mantendo 13 polos e mais de 150 alunos frequentes neste período de isolamento social. Com 18 professores onde 06 são bolsistas o projeto vem cada vez mais instrumentalizando alunos e alunas para a formação de novos professores.

Durante este período estive a observar como os jogos de Viola Spolin podem ser adaptados pensando no modelo online que utilizamos e sempre na diversidade do público que atendemos, os jogos desenvolvidos por ela se estendem desde a iniciação teatral a improvisação. Com esse novo método, estamos utilizando plataformas digitais para continuar o movimento artístico, como Instagram, Facebook e Youtube, levando arte para todos os públicos. A ação que o teatro tem em Primavera do Leste – MT consegue se diversificar e alcançar tantos lugares destruindo barreiras que foram sendo criadas para que o acesso não chegasse, durante esse período consigo perceber o quão importante o Teatro é, para algumas crianças, jovens e adultos. Um sonho sendo realizado em pandemia, se transformou em uma realidade esperançosa que acontece todas as semanas, quando a aula acaba consigo ver o conforto e alegria indo junto com a saudade e expectativa para a próxima aula.

Além disso, conseguimos ver este crescimento sendo real, os debates de fim de aula é o momento de escuta entre professor e aluno e é ali que escutamos as necessidades, desejos, medos, aprendizados e muita alegria de poder compartilhar a telinha com tanta gente distinta.


Escrito por Raquel Elias

Professora da Escola Municipal de Teatro



Polo Alda Scopel 






Novo
Anterior
Próximo Post »