ads

Iluminação Cênica




No dia 3 do mês de Agosto o Diretor Darci Souza deu início a oficina de Iluminação cênica pelo Ponto Faces de Cultura. A oficina de iluminação cênica tem o objetivo de introduzir os alunos noções básicas de iluminação cênica, envolvendo conceitos técnicos e artísticos nas diferentes formas de iluminar, destacando os caminhos na evolução tecnológica, bem como suas aplicações num projeto artístico.
Os temas abordados na oficina foram: como manusear um canhão de luz; a diferença entre os canhões Elipso, PC, Fresnel, Par 64, entre outros; criação de mapa de luz e montagem e desmontagem de iluminação.
Na oficina aprendemos que cada um desses canhões possuem uma função diferente e o que os difere são as lentes e o manuseio do foco em cena, o canhão elipse por exemplo é um canhão de maior comprimento e para manusear o seu foco é preciso da Iris que aumenta e diminui o foco desejado, a diferença entre o PC e o fresnel são o tamanho e lente pois um possui a lente ondulada e outro lisa, sendo assim um espalha a luz e outro concentra a luz no meio. Assim, no mapa de luz aprendemos que uma luz frontal é aquela que vem em nosso rosto, uma contra é aquela que vem por trás e apenas conseguimos ver a silhueta do ator, e uma luz Apino é aquela que vem de cima.
Em linhas gerais, essa foi a primeira parte da oficina de iluminação oferecida pelo Ponto Faces de Cultura, serão ofertadas outras oficinas de iluminação futuramente.