ads

Aluna da Escola Municipal de Teatro participa de gravação de Curta-Metragem





A Aluna Geovanna Campos dos Santos da Escola Municipal de Teatro: Projeto Teatro Faces foi convidada para participar do curta-metragem “Como levar meu avô pro céu” do proponente Thairo Rodrigo Meneghetti, selecionado no edital MT Nascentes da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), na categoria audiovisual. As gravações aconteceram no distrito de Alto Coité – MT no mês de fevereiro. 

Geovanna é aluna da Escola de Teatro há 4 anos, a mesma iniciou no projeto com 7 anos de idade e teve como professoras de iniciação Edilene Rodriguez e Isabela Cassimiro. Desde muito pequena já se engajava nas aulas de teatro com muita disposição e dedicação. Participou do seu primeiro espetáculo “Talatibum” onde interpretou personagens coringas como criança, vendedora de doces e motorista. Em 2018, participou do espetáculo Aquarela no Festival Velha Joana em Primavera do Leste, também dirigido pelas professoras de iniciação, onde se destacou com seu grupo e fez uma circulação em 2019. Em 2019, se destacou como atriz mirim e foi com o seu Grupo com o espetáculo Mamonas Assassinas para a etapa estadual do FETRAN – Festival Estudantil Teatro para o Trânsito, onde também recebeu destaques de atriz na categoria infantil. 




A atriz foi convidada para interpretar Juliana no curta-metragem Como Levar meu avô pro céu. O curta-metragem conta a história de um avô doente e sua neta no início da pandemia da Covid-19, vivem em uma pequena cidade onde as informações não chegam com facilidade, a história segue mostrando a relação de afeto e amizade entre a família, usando o imaginário infantil no enfrentamento de uma perda. Diante da possibilidade da morte, o avô prepara a neta para sua ausência, o vô pede para ela encontrar um saci e pedir para transformá-lo em estrela ou passarinho, pois só assim ele poderá ir para o céu.

“Como levar meu avô p’ro céu”, tem como direção o ator e cineasta, Thairo Meneghetti, e pelo roteirista, ator e produtor, Wanderson Lana, um dos convidados também foi Amauri Tangará, um dos principais nomes mato-grossense no audiovisual. O Projeto será apresentado para a população de Primavera do Leste e de Alto Coité após a edição em abril. 

Texto escrito por Isabela Cassimiro.