ads

Folgazar


O estudo cênico realizado no polo Escola Municipal 13 de Maio, no período vespertino surgiu a partir de uma conversa com os integrantes do grupo Comadança (Cuiabá, MT) que estiveram em Primavera do leste durante o 1° Panorama de Dança com o espetáculo de dança contemporânea “Miserê”. Conversando sobre o processo de dança “Os Cabeças Odoletas”, na qual partem de experiências da infância dos bailarinos.
Folgazar procura através da dança remeter as brincadeiras de rua por meio dos corpos de crianças brincando em cena de beats, amarelinha, passa-anel, elefante-colorido, entre outras. Abrindo o dialogo para recordar antigas brincadeiras e o habito de ir para rua brincar.
O professor Ricardo Almeida iniciou sua pesquisa entre amigos levando o seguinte questionamento: “com quantos anos você parou de brincar na rua?”. E com as respostas e as estórias que foram sendo relatado o processo foi criado. Ao voltar ao ambiente de brincadeira juntamente com as alunas, por meio destas brincadeiras e disparos lançados pelo professor.
Folgazar apresentou o processo no XII Festival Velha Joana, onde recebeu destaque como Figurino e Proposta.

Escrito por Ricardo Almeida, professor e ator.