ads

Escola de Teatro vai atender a Zona Rural





“O Teatro requer um conhecimento do espírito humano, e do ator o poder de transmiti-lo ao público de forma bela e verdadeira. Através do caminhar, do olhar, do falar, da expressão, o ator vive todas as vidas (existentes ou não), e tem o poder de rir e chorar todos os extremos.”
A Escola Municipal de teatro já atende há anos 10 anos em média cerca de 350 alunos por ano em polos descentralizados pela cidade de Primavera do Leste. Os polos de atendimento são em parcerias com as escolas municipais, estaduais e CRAS. 
No ano de 2018 a escola atendeu 11 polos na cidade. Este ano a Escola Municipal de Teatro firmou parceria com duas escolas da zona rural de primavera a fim de descentralizar e difundir a cultura no município. Assim, A Escola da comunidade da Vila União e a Escola Carlos Drummond de Andrade cerca de 70 km de Primavera sentido Paranatinga, também terão aulas de teatro duas vezes na semana em cada instituição.
“Era um projeto que víamos estudando há alguns anos, essa abrangência das comunidades mais afastadas e o ideal seria que todos sem distinção pudessem participar. Então esse ano decidimos iniciar com duas escolas um pouco mais afastadas e ate como experimento para nós professores quanto para eles alunos. No próximo ano vamos tentar atender o maior numero de alunos possíveis, pois, levar conhecimento, diversão e complementar culturalmente o cidadão é importante tanto socialmente, culturalmente quanto profissionalmente” – disse o professor de teatro Darci Souza Junior. 
Esse é um momento que como educadores e profissionais não devemos impor barreiras e sim transpassa – las para que possamos atingir o maior número de crianças, adolescentes, jovens e adultos a fim de ser possível compartilhar e trocar a partir dessa ferramenta de educação. Tornando-os pessoas com um olhar mais sensível perante as artes. 
Darci Junior frisa que ações como essas só podem ser concretizadas com o apoio do poder público municipal através da Prefeitura Municipal de Primavera do Leste, Secult, e projetos do governo do estado e federal como o Ponto de Cultura e o Ponto Faces de Cultura. 
 Texto escrito pelo professor de teatro Darci Souza Junior.