ads

O Grupo de Teatro Primitivos

grupo Primitivos é a terceira geração do Grupo de Teatro Faces. O grupo atualmente tem 3 anos vem desenvolvendo alguns trabalhos cênicos, tais como: Adeus de MariaO Beijo da Lua e da Vitória RégiaA Gente cabe, mas se esquece Quando você chorava lendo o pequeno príncipe.  

O Adeus de Maria – É um espetáculo para a infância e juventude, o qual conta a história de Maria de barro que tem que viver um amor, não presente, porque João de Barro vive viajando. Temos o Canário que é um amigo de João, mas que é apaixonado por Maria de barro. Curió, aquele onde a sociedade não gosta muito devido a sua cor e por fim os Pardais representando os vizinhos vigilantes de cada Bairro. 

O Beijo da Lua e da Vitória Régia – Traz a História de uma Índia chamada Naiá, que vive na cidade e que quer descobrir o que tem no buraco negro no céu. Jaci, um menino tímido, sozinho, mas que por fim acaba sorrindo. Onça e coruja são amigas de Naiá, porém a coruja com instinto de protetora. E por fim Tereua que é considerado um amigo de Jaci, porém ele não é visto, e de novo trazemos a tradição.  

A gente cabe, mas se esquece – É um espetáculo dança que trata assuntos polêmico e muito vivenciados pelos atores referentes a bullying. Um processo colaborativo que envolve a construção de cenas através de músicas. A fim de dar um basta e dizer que o que importa é nos sentirmos bem, no final os atores fazem um grande banquete para dizer que não nos encaixaremos em caixinhas ditas pelsociedade  

Quando Você Chorava Lendo o Pequeno Príncipe - É um espetáculo dança dedicado a um grande militante das artes da cena de Mato Grosso, nosso querido amigo Anderson Flores, que ganhou o céu. A dramaturgia percorre até o momento em que o mesmo não tem mais forças de viver e é levado para o Hospital, o tempo todo é colocado um vaso onde representa a vida Frágil que é de uma pessoaAssim o final se caminha para uma saudade Verde, devido a cor de seus olhos. 

Escrito pela instrutora de Teatro Isabela Cassimiro.